Minoxidil: para que serve, como usar e contraindicações

Está com queda de cabelo? Nós temos uma informação importante: você pode amenizar a perda de fios, aumentar o seu volume e prevenir futuras quedas com o uso de minoxidil!

Descubra com o blog da Preço Popular o que é, para que serve, como usar e quais as contraindicações dessa substância.

O que é e para que serve o minoxidil?

Minoxidil é uma substância química que dilata os vasos sanguíneos, estimula a circulação sanguínea e aumenta a fase anágena, responsável pelo crescimento e nascimento dos fios.

A substância faz parte das fórmulas de cosméticos antiqueda e de tratamento capilar, já que seus resultados são cientificamente comprovados.

Uma curiosidade é que o minoxidil, representado pela fórmula química C9H15N5O, é feito à base de propilenoglicol. Esse é um composto orgânico inodoro, incolor e miscível em água que aumenta a capacidade de absorção da pele.

Logo, o mesmo composto que prolonga a fase nascimento dos fios, também auxilia na captura de outras propriedades que fortalecem os fios.

+ 5 vitaminas para cabelo: fios mais saudáveis e bonitos

Minoxidil cura a calvície?

Não, esse é um mito. A calvície, ou alopecia androgenética, caracteriza-se como um processo de miniaturização e afinamento dos fios.

Por usa vez, isso é decorrente do hormônio DH, que atrapalha o crescimento natural dos cabelos e, com o tempo, promove o aparecimento das falhas capilares.

A calvície é uma condição cuja cura não foi descoberta ainda! Essa é uma predisposição genética que podemos prorrogar com uso de medicamentos que inibem a ação do DHT, mas não conseguimos curar.

Como usar minoxidil no cabelo?

O uso do minoxidil só deve ser feito por meio de orientação médica. No geral, o processo de aplicação é simples:

  • Aplique 1 – 2 vezes ao dia;
  • Use apenas no couro cabeludo;
  • Use sempre com o cabelo seco;
  • Não passe na extensão dos fios;
  • Espere 4h após a aplicação para lavar;
  • Escolha a versão certa para o seu tipo capilar.

Sobre esse último ponto, o minoxidil é encontrado em duas versões: 2% e 5%. Para identificar a quantidade do produto, basta ler a lista de ingredientes das embalagens.

Ambos proporcionam basicamente o mesmo resultado, mas é necessário ter cuidado. Você não pode usar qualquer um em seu cabelo.

Se você tem cabelos fracos ou um couro cabeludo sensível, opte por produtos com minoxidil 2%. Essa concentração causa menos danos colaterais e preserva os fios que ainda restam. As altas concentrações podem causar o efeito contrário.

Posso passar em outros lugares, além do cabelo?

Sim, é um químico manipulado vasodilatador que pode agir em todos os pelos do corpo. Use para engrossar ou preencher falhas em barbas, bigode, sobrancelhas e demais partes do corpo.

+ Protetor térmico para cabelo: o que é, quando e como usar

Pode misturar no creme de pentear?

Não, nunca passe o produto com outros cremes de pentear. Quando aplicados no couro cabeludo, eles formam uma barreira protetora que dificulta a absorção do minoxidil.

Evite misturar com pomada, creme para pentear, gel, leave in ou qualquer outro produto sem enxágue.

Pode passar hidratante depois do minoxidil?

Sim, e deve! O propilenoglicol (base do minoxidil) é um álcool e resseca os fios. Por isso, você precisa aliar um cronograma capilar de hidratação ao tratamento de recuperação dos fios.

Apenas lembre-se que o produto dilata os vasos sanguíneos e aumenta a absorção de ingredientes pela pele. Portanto, o melhor é passar os cremes, pomadas e hidratantes a uma distância de 2 dedos do couro cabeludo, no mínimo.

Dessa forma, não há problema em usar os produtos ao mesmo tempo.

+ Gua Sha: o que é, para que serve e como usar a técnica

Em quanto tempo o minoxidil começa a fazer efeito?

Os primeiros resultados costumam aparecer após 4 meses de tratamento.

O uso do minoxidil deve ser reavaliado por um médico na marca de 6 meses. Com a sua eficácia comprovada, o tratamento pode ser mantido até atingir a quantidade de cabelo que você deseja.

O sucesso deste processo depende, exclusivamente, dos seus hábitos, condições de saúde e genética.

O que atrapalha o efeito do minoxidil?

A propaganda em torno do minoxidil leva as pessoas a acreditarem que é a solução definitiva para a queda de cabelo. Cuidado! Considere que ele é um coadjuvante no tratamento capilar, não um milagre isolado.

Além disso, o minoxidil não consegue dar muitos resultados efetivos quando há presença acentuada de fatores como:

  • Estresse;
  • Alergia emocional;
  • Doenças autoimunes;
  • Alterações hormonais;
  • Transtornos de tireoide;
  • Deficiências alimentares;
  • Utilização de anabolizantes;
  • Tratamentos de enfermidades;
  • Doenças no próprio couro cabeludo;
  • Síndrome dos ovários policísticos, no caso da mulher.

Na prática, todas essas características interferem no crescimento capilar e contribuem para a queda de cabelo. Por isso, cuide desses fatores para que o tratamento com minoxidil seja eficaz.

+ Sinusite crônica: veja os sintomas, causas e tratamentos

Como potencializar o efeito?

O efeito demora 4 meses para aparecer, já que é um trabalho microscópico. No entanto, os resultados são visíveis com menos tempo se você tiver bons hábitos, uma alimentação saudável e seguir as seguintes dicas:

  • Minoxidil líquido: lave o cabelo com água morna e shampoo anticaspa/ anti resíduos fazendo movimentos circulares com os dedos. É uma forma de deixar a cabeça livre de impurezas;
  • Minoxidil em comprimido: alie o tratamento com vitaminas e suplementos capilares, focando na vitamina H. Eles devem ser prescritos por dermatologistas ou nutrólogos.

É perigoso usar minoxidil? Tem efeitos colaterais?

O minoxidil é um produto químico, então é sim perigoso se você usar de forma incorreta sem prescrição e orientação médica. Entre os efeitos colaterais, há:

  • Irritação;
  • Coceira;
  • Pele seca;
  • Vermelhidão;
  • Ressecamento das fibras;
  • Aumento da queda de cabelo;
  • Alergia no couro cabeludo;
  • Descamação do couro cabeludo;
  • Crescimento de fios em outros locais, fora do couro cabeludo.

+ Melhor creme para área dos olhos: TOP 10 | Preço Popular

Quais as contraindicações?

Não pode usar minoxidil mulheres grávidas e lactantes, bem como bebês, crianças e jovens menores de 18 anos.

Também não é recomendado para pacientes com pele sensível, tratamento de doenças em andamento, pacientes que tomam anti-hipertensivo ou têm hipertensão lábil.

Pode beber tomando minoxidil oral?

Não é recomendado beber bebidas alcoólicas durante o tratamento com minoxidil oral. A mistura de ambos causa irritação no estômago, podendo potencializar os efeitos colaterais e mitigar os efeitos da substância.

Note, o minoxidil é um produto químico que auxilia na recuperação capilar. Para isso, é preciso constância. O segredo para você amenizar as falhas no cabelo com ele é ter o hábito de passar minoxidil duas vezes ao dia, durante 4 meses.

E então, conseguiu tirar as suas dúvidas sobre o minoxidil? Para auxiliar no tratamento antiqueda, confira a seção de produtos da loja online da Farmácia Preço Popular!

Deixe um comentário